Câncer é uma doença em que as células anormais se dividem incontrolavelmente e destroem o tecido do corpo.

 

Essa semana no blog conversamos sobre Esther Earl, uma garota que aos doze anos de idade foi diagnosticada com câncer de tiroide, contudo nunca deixou de fazer a estrela da vida brilhar. Para conhecer mais detalhes da história clique aqui

Agora vamos falar das quatro coisas que Esther, sua família e amigos próximos ensinam nas 437 páginas desse livro tão fantástico! 

 

Título: A estrela que nunca vai se apagar / Autor (a): Esther Earl com Lori e Wayne Earl / Editora: Intrínseca / Páginas: 437

Tema central: A vida de Esther Earl

 

1 – Você pode estar passando por momentos ruins, mas as pessoas ao seu redor não têm culpa disso;

Boa parte do livro é algumas páginas do diário de Esther, lá ela fala bastante de sua inconsistência emocional, quando se sente triste, alegre, com raiva, sozinha e entre outros tantos sentimentos, porém quando estava entre família e amigos, não deixava nada disso transparecer, ela era encantadora e atenciosa com todos. 

 

2 – Valorize cada segundo com a pessoa amada;

Esther Earl viveu intensamente até os últimos minutos de sua vida (ela faleceu em ago/2010) e após o acontecimento, o livro pelas palavras de seu pai é sobre como ela foi amada. Durante toda a trajetória de luta percebemos facilmente a atenção e amor de todos com a estrela, em momento nenhum há arrependimento do que eles não fizeram por Esther. 

 

3 – Coloque suas ideias no papel (independentemente de qualquer coisa);

As últimas páginas do livro são contos iniciados por Esther (aspirante a escritora). Inícios do que poderiam se tornar grandes histórias e o mundo leu suas ideias, então anote suas ideias das mais malucas até as mais concretas, deixe um pouco de você para o mundo. 

 

4 –  Viva intensamente;

Mesmo com as limitações que a doença causou a Esther, ela viveu! Saiu, pintou as unhas, gravou vídeos, escreveu, sorriu, chorou, amou, brincou, pintou o cabelo, colocou suas séries em dia, ouviu suas músicas preferidas, conheceu pessoas novas, foi fã, ganhou fãs e inspirou John Green a escrever seu livro de maior sucesso ”A culpa é das estrelas” e em nenhum momento ela imaginou o quanto ela poderia conquistar em pouco tempo. 

 

O Estante LZ sente um enorme prazer em compartilhar a história de Esther Earl que ainda é inspiração para muitos jovens, espero que tenha sido para você também ♥

Adquira já o seu: Livraria Cultura – Americanas – Submarino

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

2 thoughts on “4 coisas que aprendemos com Esther Earl | Livro A estrela que nunca vai se apagar”

  1. Oi, Leticia, é bom quando temos ao longo da vida uma visão diferente das coisas; mais do que fazer uma breve resenha sobre um livro o bom pode ser desmembrá-lo em várias postagens e abordando diversos temas possíveis que ele venha nos convidar a pensar. Abraço, Lê; Rômulo.

Deixe seu comentário