SINOPSE: Quando um príncipe mimado é enviado pelo seu pai para tentar desvendar os mistérios de um reino perdido, ninguém imagina os perigos que ele encontrará pela frente! Acompanhado da figura sóbria e sagaz do Caçador e de Petra, uma jovem valente que possui uma ligação muito forte com a floresta, o príncipe acaba encontrando um reino adormecido por uma estranha magia. Todos os seres vivos foram cercados pela densa mata e estão dormindo, em um sono pesado demais, que só poderia vir da magia. Mas que tipo de bruxaria assolaria uma cidade inteira e seus habitantes? E, principalmente, quem faria mal a uma jovem rainha tão boa e tão bela? A não ser, claro, que os olhos não percebam o que um coração cruel pode esconder…

Poder é o terceiro volume da trilogia Encantadas, e traz como história principal o conto da Bela Adormecida. Porém, esqueça os clichês tradicionais e se entregue a uma nova visão dos contos de fadas, em que heróis e anti-heróis precisam se unir para não perecerem à beleza superficial de princesas e rainhas egocêntricas e aos príncipes em busca de aventuras.

 

Título: Poder / Autor (a): Sarah Pinborough / Editora: Única / Páginas: 223

Tema central: Releitura – Vida nobre /  Compare os preços e adquira já o seu: AmericanasSubmarino 

BOX: SubmarinoAmericanas 

 

ENREDO: A história no terceiro e último livro da saga Encantadas faz releitura do conto da Disney ”Bela adormecida”. Tudo começa com o reino inteiro em profundo sono devido a um feitiço que o amigo do rei, Rumpelstiltskin pegou com uma bruxa, tudo de forma proposital, pois a princesa por ser filha de uma feiticeira das águas nasceu com duas personalidades, na maioria do tempo ela era Bela, inocente, amorosa e humilde, mas quando o reino menos esperava ela se transformava em fera com sede de sangue humano e muito, muito ódio, porém matar a fera seria matar também a bela, logo o amigo do rei teve que tomar essa decisão de adormecer a todos.

Do outro lado da floresta, enquanto tudo isso acontecia, Petra vive com sua avó e anda tendo muito trabalho com os lobos ao redor da casa, num determinado dia, se não fosse o caçador e o príncipe que estavam pelas redondezas a caminho do reino encantado em busca de desvendar o mistério dos ”adormecidos” a sua avó teria virado comida de lobo e a partir desse momento eles dão um jeito nos lobos e partem para o reino que a quase há cem anos todos dormem! Menos Rumpelstiltskin e seu amigo homem-lobo, pois o feitiço não atinge quem aplica.

O príncipe, o caçador e Petra chegam ao reino e se deparam com a Bela quase morrendo, porque o dedo dela estava furado e perdia sangue a cada segundo, ao se encantar pela princesa, o príncipe não pensou duas vezes e mesmo contra a vontade de quem estava com ele (pois a garota estava dormindo e ele não tem o direito de beija-la assim sem o seu consentimento) a beijou e despertou não só a bela como a fera também, o futuro do reino estará nas mãos dos mais corajosos, a fera volta e o sossego some.

 

COMPARAÇÃO COM A OBRA ORIGINAL: Sarah Pinborough preservou apenas a parte em que o príncipe desperta a princesa com o beijo do amor verdadeiro.

 

A autora acrescenta três histórias paralelas durante os fatos narrados, Petra é na verdade a chapéuzinho vermelho, a Rapunzel que é filha de Rumpelstiltskin, quem ele deu em troca para a bruxa como afirmação de que iria cumprir com a sua palavra, Sarah também faz referência a história de Crepúsculo – Stephenie Meyer quando acrescenta o homem-lobo e também ao conto da Bela e a fera. Logo percebemos que muda todo enredo em comparação com a história original.

 

Clique aqui e leia o primeiro livro da saga.

 

A PERSONAGEM PRINCIPAL: Bela tinha dentro de si a mocinha e a vilã ao mesmo tempo, mas a ênfase na maior parte da história é de fera e as suas maldades espalha pelo reino. Bela é inocente, ingênua, amiga e amorosa, fera é impaciente, maliciosa e demoníaca.

PERSONAGENS SECUNDÁRIOS: Rumpelstiltskin e sua filha, a bruxa, o caçador, o príncipe, o primeiro ministro que cuida das coisas do reino depois que o pai de bela faleceu, Petra e Toby (homem-lobo).

 

Foto: Estante LZ

 

CAPA E DIAGRAMAÇÃO: A saga mantém a mesma linha de produção em todos os livros. Capa brochura que estrega com facilidade nas beiradas se não tomar um certo cuidado, o designer combina muito com a história, mas ainda continuo não gostando de pessoas nas capas. A folha é branca, mas a fonte e o tamanho da letra deixam confortável a leitura, acredito que os detalhes e ilustrações que encontramos entre as páginas deixa o livro com a sensação de ser mais curto do que parece.

Categoria: Ficção norte-americana

OPINIÃO: O terceiro livro da saga é de tirar o fôlego, é difícil falar qual foi o melhor, mas Poder tem algo a mais por ter feito muito bem a referência entre outras histórias, isso me deixou literalmente encantada. Sarah não perdeu a mão em sua escrita, tudo feito de uma maneira tênue sem exageros.

Eu gosto de livros com personagens fortes e na trilogia inteira isso aconteceu, além de que um ponto que eu percebi foi o equilíbrio entre homens e mulheres, cada um no seu espaço e capacidade de exercer a sua função sem privilégios, é uma das melhores trilogias que já li.

 

QUOTES 
”- Bem, eu gostei muito – disse ela. – Vou economizar madeira para o fogo se eu usar isso para me esquentar. E você… – Ela se virou para a neta e levantou a cabeça para que seu rosto ficasse visível por baixo da cara do lobo. – Agora pode partir em sua aventura.”
”As mulheres eram de longe o sexo mais sensual, mas a maioria dos homens não sabia como manter esses sentimentos vivos nelas.”
”- Dizem que a rainha tem uma gêmea, mas a irmã nasceu louca e cruel, e vive trancada nos aposentos do castelo. Ela está lá desde que o pai a isolou para a segurança de todos.”

 

Clique na foto e conheça mais sobre a autora!

 

 

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário