SINOPSE: Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos!

Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!

 

Título: Veneno / Autor (a): Sarah Pinborough / Editora: Única / Páginas: 223

Tema central: Releitura – Vida nobre /  Compare os preços e adquira já o seu: AmericanasBOXSubmarino / Americanas

 

O ENREDO: A história se mantém no início igual a original. Branca de neve é uma garota linda, a mais linda de todos os tempos o que desperta a ira de sua madrasta, a qual pretende ser a mais bela (mas será que é só isso mesmo que causa sua ira?), a menina é perseguida a cada passo que dá dentro da floresta e tudo piora quando seu pai precisa ir à guerra sem previsão de volta.

Muitas afrontas acontecem entre as duas, Branca nessa releitura é mais ousada, responde e não se limita as vontades de sua madrasta. A reviravolta começa quando o caçador a mando de sua rainha sai em caça de Branca de neve para matá-la e levar seu coração a sua madrasta, mas ele se encanta com a garota e não resiste a sua sedução, eles se beijam! (Ué?) Mantendo alguns detalhes da trama, a narrativa segue mostrando a princesa dona de si em cada decisão tomada.

COMPARAÇÃO COM A OBRA ORIGINAL: Sarah Pinborough preservou dos contos da Disney, o espelho falante, a preocupação da madrasta em ser a mais bonita do reino, os anões que trabalham na mina e a maçã envenenada.

 

Os detalhes retirados foram o canto de Branca de neve e os pássaros que a seguia, não há fartura aos anões, a madrasta não faz a garota de escrava, os bichinhos da floresta e quem se transforma em bruxa e entrega a maça envenenada a princesa é a bisavó de sua madrasta (que ensinou o poder da magia a ela).

 

A PERSONAGEM PRINCIPAL:  Branca de neve é jovem, tem 17 anos, cabelos longos e preto, é aventureira, moleca, sempre presente na vida dos que circulam pelo seu reino, ama andar de cavalo e visitar os anões, Branca é muito dona de si.

PERSONAGENS SECUNDÁRIOS: A madrasta, o pai de Branca de neve, o príncipe, o caçador e os sete anões Soneca, Dengoso, Feliz, Atchim, Mestre, Zangado e Dunga.

 

Foto: Estante LZ

 

CAPA E DIAGRAMAÇÃO: Capa brochura que estrega com facilidade nas beiradas se não tomar um certo cuidado, o designer combina muito com a história, mas ainda continuo não gostando de pessoas nas capas. A folha é branca, mas a fonte e o tamanho da letra deixam confortável a leitura, acredito que os detalhes e ilustrações que encontramos entre as páginas deixa o livro com a sensação de ser mais curto do que parece.

Categoria: Ficção norte-americana

OPINIÃO: Veneno foi a primeira releitura que fiz sobre os contos da Disney depois de viver até os 21 anos de idade somente com o original na minha mente (tirando os filmes), eu fiquei admirada! Agora eu entendo o motivo de tanto amor por essa saga entre nós leitores. O livro é uma surpresa, Branca tem o seu toque de malícia e o príncipe que vai se destacar apenas nas últimas páginas tem o seu toque de maldade somado com o cuidado exagerado de sua honra, foram fatores que determinaram o final da história. 

Se quando criança eu curtia bastante as princesas da Disney, agora jovem, eu curti mais ainda a primeira releitura que fiz sobre elas (Tem mais dois livros para serem comentados! Cinderela e a Bela adormecida).

Sarah Pinborough foi única em sua escrita, deu personalidades fortes aos personagens, totalmente desprendida do conto original, ela não detalhou as cenas, o que na minha opinião nem fez diferença dentro da sequência dos fatos.

 

QUOTES

” A que se devia essa necessidade de ser benevolente? se é para ser cruel então admita isso. abrace isso. qualquer outra coisa era apenas auto ilusão e fraqueza.”

 

” Um desejo é apenas uma maldição disfarçada.”

 

Clique na foto e conheça mais sobre a autora!

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário