SINOPSE: Mudar nunca foi a palavra preferida de Bárbara. Porém, depois da separação dos pais, a garota de 15 anos se vê obrigada a migrar com a mãe e os irmãos para Orlando, a cidade americana onde os sonhos ganham vida. E descobre que a fronteira entre o real e o ilusório pode ser mais difícil do que parece. “Como a terra do Mickey, o livro de Chris Salles é cheio de magia, pois nos transporta instantaneamente para a vida da Babi, a protagonista. Com o diário dela nas mãos, nos sentimos íntimos, como se ela fosse uma amiga querida que nos escolheu como confidentes. Através de suas experiências, ela nos mostra que a primeira imagem de uma pessoa pode enganar que devemos ser mais receptivos, que processos de adaptação podem ser complicados, mas não duram para sempre. Acima de tudo, Babi nos ensina que a vida real também tem seus momentos de contos de fada. Basta a gente permitir que eles aconteçam. E, especialmente, nunca deixar de sonhar.” Paula Pimenta. Romance juvenil da carioca Chris Salles, autora vencedora de dois prêmios Wattys 2015, com mais de 5 milhões de leituras na rede social de escritores Wattpad.

 

Título: O diário internacional de Babi / Autor (a): Chris Salles / Editora: Planeta / Páginas: 270

Tema central: Família /  Compare os preços e adquira já o seu: SubmarinoAmericanasLivraria Cultura

 

O ENREDO: A história se passa em Julho de 2015, conta a trajetória de Barbara Henkels, uma garota de quase 15 anos que está se mudando para Orlando com a mãe Valkiria, Daniel seu irmão e a irmã mais velha Alice, o motivo da mudança é a recente separação dos pais. A família tinha parentes na cidade, entre eles, a Ana, prima de Babi (com quem tinha rixa quando criança) e Vinicius também primo (amor de infância de Babi).

Diferente da maioria das meninas da sua idade, Barbara não estava muito feliz (Poxa Babi, você vai para o lugar dos sonhos!), mas isso não era o suficiente para ela ficar alegre, pois estava deixando seus amigos e seria tudo muito novo, não demorou para começar a desabafar em seu novo diário que ganhou de presente da mãe.

Durante o voo Babi já estava pessimista, piorou quando perdeu a pulseira da amizade que havia ganhado de seus amigos, mas logo a angústia passou, porque Theodore encontrou e devolveu o objeto a dona, houve troca de olhares e essa historia não acabaria por aí… O pessimismo pareceu acompanhar Babi mesmo depois de ter chegado à casa de sua tia Vivian, da noite para o dia a garota mal se acomodou e Orlando se tornou um verdadeiro pesadelo, desde sua mãe fazendo preferência de filhos, uma acusação falsa de roubo até os GIFs com a imagem da garota sendo espalhados pelas redes antes de começar as aulas (Babi você é um meme!) como uma menina de apenas quinze anos encararia toda essa situação?

A PERSONAGEM PRINCIPAL: Babi é uma adolescente atrapalhada, normal (a não ser pelo seu dom de pagar micos) e tímida. Uma menina sonhadora que só quer viver uma vida tranquila.  

PERSONAGENS SECUNDÁRIOS: Quero destacar os amigos de Babi que durante toda história foram uns fofos, Cecília, Isabella, Joana, Camila, Mari (sua melhor amiga) e Douglas. Seu irmão Daniel aparece poucas vezes durante a narrativa, Alice também, mas no final é uma personagem essencial que cumpre muito bem seu papel de ‘’mais velha’’. Theo que é um verdadeiro galã com as garotas, mas tem sua prima Megan que só atrapalha a vida do rapaz. Ana (prima de Babi) me surpreendeu com as suas atitudes e Vinicius, um personagem pouco desenvolvido que me causou aflição, irritabilidade por ser um rapaz sem escrúpulos, coração, o primo de Babi é um obcecado e doente.

 

Foto: Estante LZ / Livro autografado pela autora.

 

CAPA E DIAGRAMAÇÃO: Eu li o livro na versão física. A capa é de brochura, mas não de um material ruim que amassa por qualquer coisa. Sobre o design é uma capa que chama a minha atenção e combina com a história. A parte interna do livro tem folhas amareladas e a cada página do diário de Babi tem uma ilustração que condiz com o que será compartilhado com nós leitores, eu amo esse cuidado de aproximar a gente com os mínimos detalhes da obra.

Categoria: Ficção brasileira 

OPINIÃO: É um livro com as sequências de cenas narrativas bem amarridinhos, mas o desenvolvimento dos personagens deixou uma sensação em mim de ‘’está faltando alguma coisa’’ entendo que por ser em formato de diário ficaria chato a Babi descrever nos detalhes os personagens, mas em algumas brechinhas poderia ter mais, por exemplo, de Vinicius que fez uma coisa horrível e meio que passou correndo pela história essa parte, mas no APP Wattpad já tem O diário internacional de Babi 2! Clique aqui para conhecer. Vou ler, verificar se há novidades nas partes que senti falta e contar nas redes sociais para vocês.

É uma leitura muito gostosa e fácil, Chris com a sua personagem Babi mostra quão uma adolescente pode ser egoísta, mas ao mesmo tempo ter o maior coração do mundo e amadurecer com as lições da vida.

QUOTES

‘’Não se se consigo continuar morando na mesma casa que eles depois de tudo. Não sei nem mesmo se consigo continuar vivendo nessa cidade. ’’ (Página 83)

 

Clique na foto e conheça mais sobre a autora!

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário