Acredita em magia? Acredita em forças sobrenaturais? Julie Lynch achava uma grande baboseira, até sentir na pele coisas anormais acontecer com ela depois de abrir um livro.

O livro é todo narrado pela protagonista Julie Lynch, uma adolescente comum com muitos problemas. Tudo começa quando ela e seu irmão mais velho Lucca Lynch sofrem um acidente grave de carro voltando para casa no dia do seu aniversário de dezesseis anos, e seu querido irmão perde a memória.

 

Na dica de leitura de hoje vocês vão verificar:

  • A história;
  • Os personagens;
  • Sobre a autora;
  • Opinião do colunista sobre a obra e
  • A comparação dos preços nas principais lojas de vendas.

 

“- Ele acordou.
– E? – perguntei, incentivando Derek a me contar as notícias.
– Ele perdeu a memoria, Julie. Eu sinto muito, mesmo, mas ele não se lembra de você… Eu fiz todas as perguntas possíveis e… – Derek continuava a falar, mas eu já não prestava atenção.” (página 24)

 

Depois do ocorrido a convivência que já era difícil com seu pai só piora, mas ela tem o final de semana para ser livre das amarras e poder se divertir depois do que aconteceu, na festa que sua melhor amiga Valerie dá em casa. É onde ela conhece Noah, um cara bonito, sexy e com um ar misterioso e isso a atrai. Sua amiga decide no final da festa montar um pentagrama Wicca para se comunicar com espíritos, e as coisas realmente pioram para Julie depois dessa brincadeira, na qual um espirito cita seu nome.

 

“- Alguém correrá perigo. – Dizia.
– Quem? – Valerie perguntou e eu olhava incrédula
quando o copo se movia para determinadas letras.
As letras que compunham meu nome. Julie Lynch.” (página 55)

 

Na outra semana Julie descobre que Noah será seu novo professor de inglês, e em uma das conversas com Valerie na sala de aula, elas pegam uma detenção e acaba indo parar na seção reservada da biblioteca como castigo. No meio da bagunça que o lugar se encontra Julie pega um livro que chamou muito sua atenção, ele tinha uma marca de meia lua na capa e um pequeno aviso na contracapa pedindo para não continuar a leitura, ignorando o a mensagem ela muda as páginas e coisas estranhas começam a acontecer, deixando-a completamente incrédula e assustada.

 

Titulo: Marca da Lua

Autor(a): Flávia Duduch

Editora: Novo Século

Páginas: 309

Classificação:

14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n

14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n

 

Onde comprar: Submarino / Americanas

 

“Assim que virei a página, senti o lado direito do meu pescoço arder.
Fechei o livro rapidamente, mas ainda assim a dor intensa continuava.
Quando vi que estava sozinha no banheiro, retirei meu cabelo do pescoço
e observei e marca. Por curiosidade, tirei o livro da bolsa e coloquei-o sob o balcão. E, então, quando comparei as duas novamente, as marcas realmente pareciam-se uma com a outra.” (página 88 e 89)

 

A partir deste momento Julie precisará correr contra o tempo para encontrar e matar criaturas sobrenaturais que nunca acreditou existir, antes que eles a machuquem. E como se tudo isso não fosse o suficiente, ela ainda quer descobrir o que aquele professor tão atraente esconde de todos. E no meio desta bagunça que sua vida se transformou precisa provar que é mais forte do que todos imaginam, tomando decisões cada vez mais difíceis.

Marca da Lua foi escrito pela autora Flávia Duduch e publicado pela Editora Novo Século. É uma leitura fácil e que te prende a partir do momento que você abre o livro. Ele é dividido em três partes, a primeira titulada como Marcada mostra como ela encontra o livro e em que momento a marca aparece. A segunda, Caçada, relata detalhadamente como ela encontra e mata as criaturas. E a última, Despedidas, é onde ocorre o desfecho do mistério na vida da personagem. São 309 páginas mágicas.

Flávia Duduch, nascida em São Paulo é administradora de um site dedicado aos livros da história de Harry Potter, uma saga que acompanhou e fez despertar seu pela escrita e cinema. Ela começou a escrever aos doze anos com Fanfics, mas quando notou que era melhor com suas ideias originais, começou o primeiro livro, também já organizou eventos de fãs da saga nas cidades de São Paulo e Campinas-SP.

 

Joyce Oliveira


Joyce Oliveira, 20 anos, estudante, gosta de escrever nas horas vagas. Adora passeios ao ar livre, é caseira, gosta de crianças e AMA ler.

Deixe seu comentário