”Meu nome é Leda Carolina, tenho 20 anos, sou estudante de Direito e convivo há mais ou menos 6 anos com a epilepsia. Junto com ela veio as convulsões e crises de ausência, o que gerou um motivo de piadas muitas vezes. No livro Extraordinário consegui me visualizar no Auggie, visto que, uma criança conviver com os olhares maldosos da sociedade dói demais!”
“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo”.
 
História baseada em fatos reais. Extraordinário lançado pela editora Intrínseca e escrito por R. J. Palacio é um livro que ensina e reforça o sentimento de empatia, através de um garoto muito corajoso de apenas 10 anos de idade.
 

Na dica de leitura de hoje vocês vão verificar:

  • A história;
  • Os personagens;
  • Sobre a autora;
  • A opinião sobre a obra e
  • Comparação dos preços nas principais lojas de vendas.

 

August Pullman é portador de uma doença genética, que deixou seu rosto deformado, desde bebezinho passou por inúmeras cirurgias foi esse o motivo pelo qual seus pais optaram por aulas em casa, mas prestes a entrar no ensino fundamental, eles decidiram que chegou a hora de Auggie frequentar alguma instituição de ensino. 

Auggie começou ir à escola regularmente e desde o primeiro dia de aula tem dificuldades em lidar com as outras pessoas, não por ele, pois é um garoto encantador, amoroso e cheio de vida, mas infelizmente foi recebido com estranheza, chegando a ser chamado até de aberração.

Nos primeiros capítulos conseguimos enxergar a crueldade humana e como os adultos refletem nas crianças a intolerância. Auggie sofre bullying descaradamente. Em contrapartida dos acontecimentos ruins, temos o diretor da escola e sua professora que são personagens fundamentais em sua vida, além da família maravilhosa que ele possui, seus pais carinhosos, amorosos e protetores e sua irmã que sempre o defendeu com unhas e dentes, além das amizades verdadeiras o garoto conquistou na escola. 

O livro é dividido em oito partes e narrado em boa parte pelo protagonista August, porém alguns capítulos são narrados por personagens secundários, a autora nos mostra não só a visão de Auggie, mas de sua irmã Iva, seu melhor amigo, por exemplo, para que possamos entender os sentimentos de quem convive naquela situação e isso deixou o livro mais dinâmico.  

 

Título: Extraordinário 
Autor (a): R. J. Palacio
Editora: Intrínseca 
Páginas: 318

Classificação: 

14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n

14080987_1190501167678685_1623272702_n

 

Onde comprar: Livraria cultura / Americanas / Submarino

 

Um livro cheio de sentimentos contraditórios, ao mesmo tempo que vivenciamos na leitura o ódio, preconceito e intolerância, conseguimos apreciar o amor, a gentileza, a amizade verdadeira e a empatia. R. J. Palacio nos surpreende com o seu livro em gênero infanto-juvenil que me fez lembrar a frase que usamos para definir ”O Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry, é um livro infantil, mas que todos os adultos deveriam ler. 

Eu li em e-book através do Kindle. A fonte e espaçamentos são dentro do que considero um livro bem diagramado para uma leitura confortável. 

”No livro Extraordinário consegui me visualizar no Auggie, visto que, uma criança conviver com os olhares maldosos da sociedade dói demais! Recomendo a leitura para todas as idades, classe social, gêneros, pois é uma forma de combater o preconceito com aquilo que é diferente.” 

Leda Carolina

R. J. Palacio atualmente mora em Nova York com o marido, os dois filhos e dois cachorros. Na literatura estreou com o comovente ”Extraordinário” que deu origem aos outros livros 365 dias extraordináriosAuggie & eu e Diário Extraordinário.

O livro conquistou o coração dos leitores e também as telinhas, com data de lançamento prevista para Novembro. Confira o Trailer!

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário