Ela é linda. Talvez não fosse por fora como a ditadura da beleza impõe, mas é linda por dentro. Mesmo sendo sempre julgada não deixa de ter os melhores sentimentos dentro de si, de ser humilde e ajudar o próximo por mais que o mesmo não retribuí. Mas sempre tinha com ela aquele sentimento de que ninguém se dá conta de sua presença, não havia alguém que pudesse enxergar além da estética, alguém que enxergasse o que ela queria mostrar: seu coração.

 

E quando menos esperou apareceu uma pessoa, que gostou do seu jeito de ser, o carisma, a maneira que corava ao ser elogiada. Ela não acreditava ser bonita, mas ele a enxergava linda, porém não ficou em sua vida por muito tempo, ele já tinha cumprido sua missão na terra e precisou partir. Mesmo sofrendo ela nunca deixou de acreditar nos sentimentos bons, nunca desistiu da humildade e simplicidade do seu ser. E o principal, ela nunca deixou de amar.

 

O tempo passou e trouxe pessoas para perto, contudo só quem enxergava seu coração permanecia e a amiga enxergou, a amizade que nascia fez o coração aquecer, o brilho da vida voltou. Não era um amor, é uma amiga que os anjos enviaram. A amiga que viria a ser irmã de coração.

 

 

Ao seu lado ela descobriu muitas coisas, boas e ruins. Provou tudo o que tinha medo antes, viveu, foi feliz e aprendeu:   – Não existe apenas uma beleza, existem várias.

 

Ela definitivamente não fazia parte da beleza propagada pela mídia, fazia parte de uma beleza maior que vinha do seu coração e florescia. A amizade ensinou a fortalecer seu amor próprio, sem se importar com o olhar dos outros. Ela entendeu que era importante se amar do seu jeitinho, para depois alguém fazer o mesmo.

 

Às vezes não é o amor de um namorado ou marido que muda nossa vida. Uma forte amizade pode ter esse mesmo poder, e esse é um laço tão forte que, se for verdadeiro, nada pode separar.

Joyce Oliveira


Joyce Oliveira, 20 anos, estudante, gosta de escrever nas horas vagas. Adora passeios ao ar livre, é caseira, gosta de crianças e AMA ler.

Deixe seu comentário