Quem é que não gosta de ver aquele sonho sendo realizado bem ali diante dos olhos? É o momento em que todo o esforço depositado durante o planejamento e execução é recompensado. Certa vez eu li que quem não tem um sonho não vive, desde então eu ignoro tudo o que possa prejudicar minha chegada até ele, a maior parte da vitória será minha e de quem realmente esteve e provavelmente estará do meu lado. 

Sempre quando se trata de sonhos eu gosto de imagens leves de preferência com flores, não sei, acho que correr atrás de nossos objetivos não é um caminho 100% prazeroso vamos encontrar muitas pedras no caminho e olhar uma flor me faz lembrar que nem tudo são obstáculos. Diria até que flor para mim aqui no meu universo particular como diria Frederico Elboni, é esperança, talvez por isso eu goste tanto de olhar as flores…

Mas por que vim falar sobre isso? Claro que para compartilhar mais uma pequena história com vocês, porém dessa vez não de um livro, mas de um pedacinho da minha própria caminhada…

Grande parte dos meus leitores tem entre 17 e 25 anos, uma transição de idades que tudo sonha que tudo quer, o mundo se torna pequeno diante de tantas ideias e desejos, isso é viver, mas viver também tem seu lado ruim! E antes de falar da parte negativa de se ter um sonho eu já deixo aquela frase clichê…

Nunca desista de seus sonhos!

Agora vamos a parte ruim da qual acabei de falar, muitas vezes nos esbarramos com quem não gosta de viver ou de sonhar, de primeiro momento questionamos, depois tentamos conversar e quando a conversa não tem sucesso nós deixamos a pessoa de lado e continuamos na caminhada, porém as vezes aqueles pensamentos negativos de alguém insiste em ficar com a gente, mas não apenas com sua negatividade, contudo com a vontade de nos fazer desistir.

Eu passei por isso a pouco e não foi só uma pessoa, na verdade foram algumas que eu julgava estarem do meu lado, mas me decepcionei. Talvez elas não entendam o que eu esteja fazendo, tudo bem, sem problemas, mas não tentar entender chega a ser ignorância. O fato foi que eu cheguei a um lugar com a expectativa de me perguntarem como estão indo as coisas, o que pretendo fazer, quais estão sendo minhas experiências com o blog e canal etc. O que aconteceu foi que na hora não teve nada nem no início, no meio e muito menos no fim. Foi frustrante, logo a carga negativa me atingiu forte por exatamente dois dias. Achei dois dias muita coisa mesmo e logo a Letícia inspiradora entrou na minha mente e gritou ”VOCÊ NÃO É ASSIM!”

Sabe o que eu fiz? Deitei, coloquei AQUELA música, visualizei aonde eu quero estar daqui alguns anos e percebi que eu não precisava do apoio de quem não quer me apoiar, eu já tenho o principal UM SONHO, tenho vontade e agora é fazer e esperar… Ah! Eu tenho comigo que as pessoas certas chegam e ficam e é com elas que estou caminhando e ainda tenho muito que andar.

Por mais que seus sonhos sejam malucos siga se é o que você quer é o que você vai conseguir. Pessoas são detalhes, aliás, estou lendo um livro que tem a seguinte frase.

”Livros não são como pessoas. Livros são seguros. ” (Passarinha – Kathryn Erskine) 

E ainda tem gente que me pergunta por que eu gosto tanto de ler…

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário