A paixão nos deixa literalmente perdidos apaixonados, malucos, com frio na barriga e com vontade de desbravar o mundo junto à pessoa desejada. E quando essa paixão se mistura com amor não há nada melhor, mesmo as duas palavras carregando significados distintos seja na ciência ou na literatura, para mim elas andam juntas e muitas vezes se sustentam juntas apenas num olhar… Não se esqueça de você.

Se privar desses sentimentos é se fechar aos brilhos nos olhos, é ignorar a palpitação e entre outras tantas fases que há no nosso organismo quando avisado pelo cérebro que o amor chegou. Não se esqueça de você.

Viver tantos sentimentos aglomerados é inexplicável, fazer com que eles durem por toda vida deve ser melhor ainda e se não for pela vida inteira, um bom tempo já valeu a pena, mas não se esqueça de você, porque um dos primeiros passos para tentar se relacionar com alguém é estar bem com você mesmo, não digo em relação a ter uma vida exemplar, com um salário bom, com o emprego que ama, com a academia em dia etc. Digo estar bem com a mente e coração, também não precisa estar em perfeito alinhamento esses dois não, até porque não é uma das coisas mais fáceis da vida, entretanto esteja bem o suficiente para aceitar que o outro se aproxime e assim viver um amor e uma paixão ou uma paixão e um amor sabendo que você permitiu e que está preparado para fazer durar o tempo que os dois quiserem.

A euforia de uma paixão pode viver sim dentro da tranquilidade de um amor.

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

4 thoughts on “Ame! Mas não se esqueça de você”

Deixe seu comentário