Primeiro quero pedir desculpas por ter postado hoje a dica de leitura da semana e não quarta-feira como estamos acostumados, porém para me redimir, não vou falar apenas de um livro, mas sim de três! Sim, se ajeita aí na cama, cadeira ou aonde estiver e venha conhecer a trilogia dos irmãos Wolfe escrito pelo mesmo autor de A menina que roubava livros, Markus Zusak.

 

”Mas nenhum de nós sabe, porque uma luta não vale nada se você sabe desde o início que vai ganhar. São as lutas no meio disso que põem você à prova. São as que trazem perguntas com elas.”

 

LIVRO 1 – O azarão

O livro é narrado em primeira pessoa pelo irmão caçula de 15 anos da família Wolfe, Cameron Wolfe. Ele é um rapaz sem muitos amigos, não é popular na escola e muito menos com as garotas, logo no início do livro mostra ser um rapaz sensível e que quer nos mostrar toda sua visão sobre a vida, família e sobre ele mesmo. 

O livro inteiro ele conta um pouco sobre cada personagem, como se fosse uma apresentação mesmo, Sarah sua irmã que só pensa em ficar se agarrando no sofá com o namorado ou chorando pelos namorados perdidos, Steve o irmão mais velho, jogador de futebol e o mais diferente da família, chegando a ser muito egocêntrico algumas vezes e Ruben o irmão mais parceiro que divide o quarto e planos com Cameron, eles vivem planejando roubos que nunca acontece e se mete em confusões típicas de garotos. 

Seus pais trabalham muito para manter a casa e dar uma vida mais ou menos para os filhos. Cameron é um garoto sensível que a cada fim de um capítulo ele conta seus sonhos ou escreve sobre ele mesmo, mostrando ser um garoto muito diferente. O livro se encerra com Ruben e Cameron indo trabalhar com o pai, a primeira paixão do personagem-narrador e suas incertezas. 

Título: O azarão

Autor(a): Markus Zusak

Editora: Bertrand Brasil

Páginas: 176

LIVRO 2 – Bom de briga

Cameron acaba ”levando um fora” de sua primeira paixão Rebecca Conbon no final do primeiro livro, mas logo se recupera, a vida da família Wolfe no primeiro livro é monótona, mas começa a mudar quando o Sr. Wolfe sofre um acidente e tem muita dificuldade em voltar a trabalhar, se recusa a receber ajuda dos filhos e o seguro desemprego, para ele aceitar essas duas opções como ajuda era o fim da sua dignidade como homem, a consequência disso é a dificuldade que a família começa a passar.

Em meio as brigas e dificuldades, Ruben e Cameron brincam de boxe de uma mão só, como só tinha duas luvas e eles tinham que dividir, a rotina deles era brincar, trabalhar, passear com o cachorro do vizinho e dormir, enquanto isso sua irmã Sarah depois de um término de namoro começa a sair toda noite e voltar tarde ou as vezes no outro dia, não demorou muito para começarem a falar, chegou no ponto de Ruben arrebentar um menino na escola que chamou sua irmã de vadia, foi aqui que Perry um promotor de lutas clandestinas convidou os dois irmãos para participar das lutas, a resposta demorou um pouco, mas eles aceitaram. Os meninos estavam na pior, Sra. Wolfe se matando de trabalhar, Srah sendo chamada de vadia, Steve quase saindo de casa e o pai na pior. Os dois não queriam se abalar, queriam ter um objetivo, um motivo para continuar.

”A verdade é que tem muita coisa para odiar e muita para amar.”

Depois que as lutas se iniciam a vida deles mudam, Ruben começa a se destacar e fazer sucesso com as meninas, por enquanto que Cameron ganhava as vezes e passou algumas vergonhas. Com uma nova direção a vida dos meninos começa a ter muito mais aventuras.

Título: Bom de briga 

Autor(a): Markus Zusak

Editora: Bertrand Brasil

Páginas: 208

LIVRO 3 – A garota que eu quero 

A última parte dos irmãos Wolfe começa mais ou menos 1 ano depois do segundo livro, Sr. Wolfe já tem um novo trabalho, Sra. Wolfe continua se matando de trabalhar, Sarah está mais tranquila e empolgada só em tirar fotos com sua nova câmera, Steve não mudou muito, só se aproximou um pouco mais de Cameron e estava morando com a namorada. 

Ruben continuou fazendo sucesso com as meninas, de tempo em tempo levava uma nova para casa e depois dava um fora, Cameron repudiava aquilo, pois queria ser diferente e assim aconteceu com Octavia uma das ex de seu irmão, por serem tão próximo foi uma situação difícil para o menino. Ruben se envolveu numa encrenca quando começou a sair com Julia e foi essa briga que aproximou ele mais ainda de Cameron, a relação dos irmão ficou extremamente emocionante e forte.

Cameron nos três livros nunca deixou de escrever seus sentimentos mais profundos e de sonhar com uma vida melhor.

Título: A garota que eu quero 

Autor(a): Markus Zusak

Editora: Intrínseca

Páginas: 174

Classificação para os 3 livros: 

14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n

Eu conheci Markus Zusak através do livro A menina que roubava livros e foi paixão a primeira leitura, quando descobri que ele tinha uma trilogia não pensei duas vezes em conhecer e baixar no kindle, são livros pequenos e fáceis de ler, fáceis até demais. Acredito que a minha experiência anterior tenha afetado a minha leitura, pois me esforcei muito para conseguir concluir o final dos três livros, começava bem, mas depois ia caindo. 

Me agradou o fato de Markus ter feito as reflexões que encontramos em A menina que roubava livros e Eu sou o mensageiro, como, por exemplo, o sentido da vida, o que estamos fazendo aqui etc. Falando separadamente de cada livro, o primeiro parece um ensaio da escrita de Markus, o segundo melhora e o terceiro é o melhor, porém não o suficiente para nutrir o que ficou faltando durante o início da trilogia. 

Markus Zusak é escritor australiano, famoso pelo seu best-seller internacional A Menina que Roubava Livros, suas obras traduzidas no Brasil são:

  • O Azarão;
  • Bom de Briga;
  • A Garota que eu Quero;
  • Eu Sou o Mensageiro e
  • A Menina que Roubava Livros.

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário