”A consciência de um indivíduo não deve subordinar-se à lei da maioria.” 

 

O sol é para todos de Harper Lee é uma história que se passa nos anos de 1930, na cidade de Maycomb, pequena, velha, distante e símbolo dos conservadores estados do sul dos EUA. Todos se conhecem na cidade, cada família tem suas características segundo os próprios moradores e grandes acontecimentos é motivo para muita agitação em toda Maycomb. 

A narradora personagem é a esperta e carismática Jean Louise, ou apenas Scout, ela e seu irmão Jem sentem a ignorância e preconceito da cidade, eles são filhos do Advogado Atticus Finch, responsável por defender Tom Robinson, um homem negro acusado de estuprar uma jovem branca da família dos Ewell. Essa não é a única situação em que vemos negros e brancos em confronto, no decorrer do livro algumas outras situações são colocadas para gente. 

O livro é dividido em duas partes, a primeira o foco e em descrever o histórico da cidade e da infância calma, cheia de travessuras e aventuras de Scout, Jem e amigo Dill, eles sempre atormentam a casa dos Rodley, pois o Arthur Raddley que não saia de casa despertou a curiosidade das crianças, eles queriam conhecer o rapaz e planejavam diversos planos para que isso fosse possível. A segunda parte a história se desenrola um pouco mais, é a fase em que começa a defesa do renomado advogado Atticus pelo Tom Robinson e a infância das crianças mudam, o comportamento da cidade muda, o advogado constantemente recebe ameaças e críticas e consequentemente sua família também, principalmente os seus filhos. 

 

IMG_1107 OFICIALTítulo: O sol é para todos
Autor(a): Harper Lee
Editora: Círculo do livro.
Páginas: 317

Classificação: 

14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n14080987_1190501167678685_1623272702_n

 

 

floral-309762_1280

Onde comprar: Saraiva / Livraria Cultura

 

Depois de quase 3 anos de muita conturbação é chagada o dia do julgamento, a cidade para, as ameaças continuam, os ataques acontecem e finalmente é dada a sentença. 

O leitor se envolverá num misto de raiva, indignação, revolta e dó, O sol é para todos é um livro que discute racismo e preconceitos históricos.

 

”Você sabe tão bem quanto eu o que vai acontecer, Jack, e rezo para que eu possa fazer com que Jem e Scout passem por isso sem amargura, e principalmente sem serem contagiados pelos preconceitos de Maycomb. Não consigo compreender como é que pessoas razoáveis possam tornar-se completamente irracionais quando se trata de negros…” 

 

floral-309762_1280

O sol é para todos até o momento está sendo um dos melhores livros que li na vida e olhe lá se não é o melhor, o clássico norte-americano sempre despertou minha curiosidade, pois muita gente falava dele, então resolvi ler e gostei tanto que ele vai ser o primeiro livro que vou indicar no meu canal do Youtube.

Além de todo enredo bem trabalhado nas descrições e suspenses dos próximos acontecimentos para prender o leitor, acredito que as forças dos personagens fizeram com que a história rendesse, pois Scout a garota de apenas 6 anos de idade que nos conta tudo (narradora personagem) tem uma personalidade incrível e mesmo sendo uma criança, no início da história já percebemos como ela é a frente de seu tempo. O show de paternidade de Atticus é um detalhe a parte né, criou os dois filhos com a ajuda da governanta Cal que sempre esteve com a família, mesmo antes da morte de sua mulher, mesmo os piores personagens como, por exemplo, a tia Alexandra, são fundamentais para o desenvolvimento da história.

A narração é ótima, apesar da primeira parte focar um pouco mais na descrição da cidade de Maycomb, o ritmo envolve e quando você menos espera já está na segunda parte do livro, na qual o coração tende a pular pela boca, porque o julgamento se inicia.

CURIOSIDADES:

  • O livro não é classificado como autobiografia, mas a autora passou pela mesma situação que Scout, seu pai defendeu um negro no tribunal na época em que o preconceito era mais gritante;
  • Vá coloque um vigia, é a continuação da obra lançado em 2015, até então a autora só tinha lançado O sol é para todos mesmo, mas tem todo uma história por trás dessa ”continuação” e que eu vou falar no canal!
  • O título original da obra é To Kill a Mockingbird se refere a um pássaro típico dos Estados Unidos que não existe no Brasil, no livro eles se referem ao pássaro como pássaro imitador, dizendo que nunca devemos matar esse animal, pois ele canta para alegrar os corações.

floral-309762_1280

Veja todos os livros que já li antes de criar o Estante LZ!

PARTE 1

PARTE 2

 

Um bate papo sobre a história:

 

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário