Adoro esses posts de selecionar os melhores livros, os preferidos e escrever um pouco sobre eles, me faz sentir uma especialista (mas só ‘faz sentir’, porque ainda tenho MUITO o que aprender hahaha) e para aprender temos que treinar não é mesmo? Então vem verificar comigo os três melhores livros lidos de 2015, mas antes você pode verificar todos os livros que li clicando aqui.

Em 2015 li mais do que em 2014, mesmo assim não atingi o que eu pretendia. A meta era 2 livros ao mês e li no ano inteiro 17 (triste), ou seja, a meta parou de ser atingida mais ou menos em agosto/setembro, caso eu fosse firme teria lido 24 livros ou mais… 

 

OS 3 MELHORES 

capa quarto de despejo Quarto de despejo – diário de uma favelada – Carolina Maria de Jesus

O primeiro lugar do pódio ficou com esse livro, porque conta a história de uma mulher que conseguiu um destaque e honrou a periferia, para quem não sabe até os meus 10 anos vivi numa periferia, não passei fome nem nada disso, mas cada objeto era conquistado com muito suor da minha mãe e é nesse ponto que me identifico, pois Carolina fazia de tudo para o bem dos filhos sempre, além de uma supermãe, foi também uma mulher de palavra, caráter e responsabilidade com ela mesmo.

Carolina Maria sofreu muito e foi altamente vangloriada através do relato de sua própria história e poesia. É emoção do início ao fim com a história da mulher que até fome passou, mas nunca desonrou sua honestidade.

 

 

Ensaio-sobre-a-cegueira Ensaio sobre a cegueira – José Saramago

Minha vontade é de soltar um grande palavrão aqui sabe, daqueles que você fala quando AMA alguma coisa, então…. Mas vou me conter. O livro em questão que pegou o segundo lugar do pódio do meu coração é Ensaio sobre a cegueira, porque mostra os instintos mais horríveis que um ser humano pode ter e como ficamos diante da perda de um dos sentidos, no caso a visão, como perdemos a dignidade e somos tão dependentes de nossas escolhas. Tanto o livro quanto o filme me fizeram chorar. A mensagem que o Saramago passa sobre o livro é perfeitamente o que precisamos para nos preparar antes de ler a obra.

“Este é um livro francamente terrível com o qual eu quero que o leitor sofra tanto como eu sofri ao escrevê-lo. Nele se descreve uma longa tortura. É um livro brutal e violento e é simultaneamente uma das experiências mais dolorosas da minha vida. São 300 páginas de constante aflição. Através da escrita, tentei dizer que não somos bons e que é preciso que tenhamos coragem para reconhecer isso.”

 

 

Um Gato de rua chamado Bob.indd3º. Um gato de rua chamado Bob – James Bowen 

Meu amor. É como defino esse livro, melhor dizendo meu ‘amorzinho’ primeiro por se tratar de uma autobiografia do autor e mostrar como pode ser forte o amor entre o animal e o ser humano a ponto de mudar radicalmente a vida de ambos. O gato Bob foi um acontecimento fundamental para tirar James das ruas e das drogas, então imagina o quanto de ensinamentos essa obra está recheada e quanto tem a nos ensinar.

Os escolhidos do meu pódio me trouxeram grandes ensinamentos e emoções, contribuíram de alguma forma para o meu crescimento pessoal e profissional. Se já leu algum compartilha sua opinião aqui comigo, vou gostar bastante.

 

APROVEITANDO O EMBALO: A leitura abandonada por mim esse ano foi o livro De volta a cabana – William P. Young, achei o início muito explicativo referente A cabana (outro livro do autor) então decidi parar, pois não estava buscando conhecimentos religiosos, especulações ou constatações (não curto muito), contudo, li A cabana e achei interessante o drama da história, ainda mais sabendo que a vida do autor teve algumas semelhanças com a de Mackenzie Allen Phillips (personagem principal). 

Ainda aproveitando o embalo sobre essa retrospectiva literária de 2015, vou dizer que li 5 livros nacionais (ainda acho pouco, mas aumentei assim absurdamente hahaha e esse ano vai ter mais) não que isso seja difícil para mim, mas é questão de muitas vezes pegar livro no embalo de indicações, faculdade etc. 

Os nacionais são:

    • Água de sereia – Luana Helena (escritora maravilhosa aqui da minha cidade);
    • Esperanças renovadas – Roberto de Carvalho pelo espírito Casimiro;
    • O terceiro ainda não foi lançado, então não posso divulgar, mas é um escritor bem profundo e da minha cidade também;
    • Kardec – A biografia – Marcel Souto Maior;
    • Quarto de despejo – Carolina Maria de Jesus.

Letícia RZucco


Letícia Zucco, 21 anos, estudante de Letras - Português/Inglês blogueira e booktuber no Estante LZ. Ama livros e costuma gritar para todos os cantos que a leitura liberta.

Deixe seu comentário